O alho poró é um vegetal de folhas pertencentes ao gênero Allium, família Amaryllidacea e subfamília Allioideae. As bainhas foliares comestível do alho poró têm inúmeros usos culinários. Estas bainhas foliares comestíveis são às vezes erroneamente chamadas de talo ou caule. O vegetal também tem inúmeros benefícios à saúde.

Muitos nomes científicos têm sido usados para se referir ao alho poró, mas eles não são mais usados. O alho poró é agora contado entre as cultivares do Allium ampeloprasum. O nome Allium porrum é usado ocasionalmente para se referir a todo o grupo desta hortaliça. Ele se assemelha ao aparecimento de grandes cebolinhas com um pequeno bulbo e hastes longas, brancas e cilíndricas. Aqui está uma descrição geral:

Tamanho: As plantas cultivadas de alho poró crescem em torno de 12 polegadas de comprimento, com o diâmetro variando entre 1 e 2 polegadas. Alho-poró ou rampas são bem menores em comparação com as espécies cultivadas.
Folhas: Os caules do alho poró possuem camadas sobrepostas que fluem para formar folhas verdes lisas e bem envoltas.
Sabor: O sabor forte das espécies cultivadas lembra o das chalotas ou cebolas, mas é mais sutil e doce.
Paladar: O alho poró tem sabor de cebola, mas são muito menos picantes.
Textura: Tem uma textura firme mas crocante no estado bruto.

Foto: Reprodução

Distribuição

O alho poró é originário da Ásia Central, mas cresce em várias partes do mundo, incluindo os países do Mediterrâneo e da Ásia Ocidental. Este vegetal é cultivado nas partes ocidentais da Europa há muito tempo. O alho poró também é cultivado em vários países da América do Norte.

Quais são os benefícios do alho poró para a saúde?

O alho poró tem inúmeros benefícios à saúde a oferecer com seu rico conteúdo nutricional e várias propriedades que são boas para o corpo humano. Os principais benefícios do alho poró para a saúde incluem:

Imunidade mais forte: É rica em vitamina A que é conhecida por suas propriedades anti-infecciosas. A vitamina A ajuda a melhorar a imunidade, mantendo a saúde e integridade do revestimento mucoso da garganta, nariz, trato digestivo, assim como do trato urinário. Esta vitamina também é crucial para o desenvolvimento e funcionamento dos leucócitos (glóbulos brancos).

Propriedades antibacterianas: Suas propriedades antibacterianas vêm de seu conteúdo de alliinase, que não é tão forte quanto nas espécies relacionadas ao alho, mas ainda assim forte o suficiente para prevenir várias condições bacterianas. Uma vez cortado o vegetal, seu conteúdo de alliinase reage com oxigênio e forma alicina, composto de enxofre. Pesquisas comprovaram que a alicina combate o estafilococo e as cepas bacterianas de coli presentes no frango. Isto ajuda a prevenir a doença causada por estes micro-organismos.

Propriedades diuréticas: Alguns estudos sugerem que o alho poró tem propriedades diuréticas que o tornam eficaz contra edema ou retenção de líquidos. Os cientistas ainda estão realizando pesquisas para descobrir o potencial deste vegetal no combate a esta condição de saúde.

Funções prebióticas: Este vegetal verde pertence aos grupos de oligossacarídeos dos carboidratos. Estes carboidratos ajudam as bactérias saudáveis a crescer dentro do intestino grosso, transformando as atividades metabólicas da microflora em bifidobactérias.

Caloria e fibra: O alho poró é pobre em calorias: 100 gramas do vegetal fresco contém apenas cerca de 61 calorias. Além disso, o alho poró é uma excelente fonte tanto de fibras solúveis quanto de fibras insolúveis.

Prevenção de doenças inflamatórias: O alho poró pode reduzir as chances de desenvolver várias doenças inflamatórias, incluindo diabetes tipo 2, aterosclerose e artrite reumatoide. Seu conteúdo de kaempferol e polifenol também os torna úteis no combate a muitas doenças inflamatórias crônicas.

Proteção de Revestimentos de Vasos Sanguíneos: O kaempferol flavonoide também tem um papel vital na proteção dos revestimentos dos vasos sanguíneos contra os efeitos nocivos do oxigênio reativo e dos radicais livres. O kaempferol pode promover a produção de óxido nítrico no organismo. O óxido nítrico ajuda os vasos sanguíneos a se dilatar e relaxar, diminuindo os riscos de hipertensão.

Cicatrização rápida de feridas: Seu rico teor de vitamina C é benéfico para a formação de colágeno e cicatrização de feridas.

Bom para os ossos: É uma boa fonte de vitamina K, bem como de minerais como cálcio e magnésio, o que a torna benéfica para a força e desenvolvimento dos ossos.

Propriedades laxativas: Possuem propriedades laxativas leves, resultantes de seu rico conteúdo de taninos. Isso os torna úteis no combate à constipação.

Imagem: Reprodução

Quais são as utilizações do alho poró?

Os principais usos culinários e medicinais são mencionados abaixo:

Usos comestíveis

  • O alho poró é frequentemente utilizado em estoques para adicionar um sabor especial.
  • As folhas destas plantas são às vezes amarradas junto com certas ervas para fazer um bouquet garni.
  • O alho poró é utilizado como ingrediente principal na preparação de várias sopas, bolinhos, pratos de legumes, assim como pratos de peixe e carne.
  • Alhos porós finamente picados são adicionados às saladas para realçar o sabor e o paladar.
  • Outro uso comum do legume é nas omeletes.
  • As tiras de alho poró frito fazem excelentes petiscos e também podem ser usadas para guarnecer outros pratos.
  • Legumes desidratados são usados para fazer alimentos empacotados como sopa mista seca.
  • Usos medicinais
  • Os usos medicinais destas plantas são semelhantes aos do seu alho parente próximo. Quando as folhas são quebradas, elas secretam um tipo de gel que tem certos usos medicinais. O gel é aplicado em cortes, queimaduras e erupções cutâneas para acelerar o seu processo de cicatrização. O alho poró feito com as folhas de alho-poró é útil para o tratamento de cistos. A área afetada precisa ser coberta com o cataplasma antes de amarrar a ferida com um curativo e depois deixá-la assim por alguns dias.
Foto: Reprodução

Como cozinhar alho poró?

Os alhos porós são geralmente cortados em fatias de 5 a 10 mm de espessura antes de serem cozidos. A estrutura em camadas da planta frequentemente faz com que as fatias se desfaçam. É essencial lavá-las para uma limpeza adequada antes do corte. A lavagem torna-se impossível após o corte. É aconselhável esperar 10 minutos antes de cozinhar as fatias cortadas para permitir que a alliinase nelas formem allicina. Isto faz com que se obtenha o máximo de benefícios com ela. Existem várias maneiras de preparar o alho poró, sendo as mais comuns:

Fervura: Uma vez cozido, o vegetal fica macio e seu sabor torna-se suave. É aconselhável cortar o alho-poró antes de ferver; caso contrário, as fibras que percorrem o comprimento destes vegetais tendem a se emaranhar em uma massa enquanto mastigam.

Saltear ou fritar: Também podem ser apreciados após saltear ou fritar em profundidade. O alho poró frito é crocante devido à sua textura crocante, mas ainda assim mantêm o sabor delicado. O legume é normalmente cortado em tiras longas antes de ser salteado ou frito.

Crua: Também pode ser consumida crua em saladas, após a lavagem adequada.

Foto: Reprodução

Receitas com alho poró

O alho poró é utilizado para preparar inúmeros pratos principais e acompanhamento de pratos. Aqui está o que se pode cozinhar com os legumes:

Salmão recheado com alho poró
Maçãs verdes salteadas e alho poró
Sopa de batata assada e alho poró com cheddar e bacon
Alho poró caramelizado sobre macarrão
Batata frita com alho poró
Purê de batata rosmaninho com alho poró
Torta de alho poró e queijo matzoh
Sopa de alho poró
Gratinado de batata doce e alho poró
Espargos, alho poró e batatas fritas
Sopa irlandesa de batata e alho poró
Vinagrete com alho poró
Alho poró refogado com limão
Torta de frango e alho francês
Alho poró refogado com tomilho
Sopa vegan de batata e alho poró
Alho poró grelhado e tomate seco
Torta cremosa de alho poró
Quiche de alho poró e bacon
Macarrão com banco e alho poró
Vieiras com alho-porro derretido e macarrão com ovo
Carne de Boi e Alho Francês Fritas
Alho-porro ao Molho de Queijo (ou Molho Branco)
Alho francês e couve frita com costeletas de cordeiro grelhadas
Sopa de alho poró e couve-de-bruxelas
Sopa de lentilha, alho poró e cogumelos
Caldo de couve-flor grelhado e alho poró
Sopa de abóbora e alho poró
Sopa de alho poró e funcho
Sopa de brócolis, espinafre e alho poró
Alho poró em conserva
Purê de cenoura, alho poró e salsa
Lasanha de espinafre com alho poró
Pizza de presunto, cogumelo e alho poró
Risotto de alho poró com batatas fritas e parmesão
Nabos braseados com alho poró e bacon
Tofu grelhado com alho poró

Foto: Reprodução

Suplementos a base de alho poró

Nenhum outro vegetal pode substituir perfeitamente o delicado sabor do alho poró. Mas, pode-se usar cebola verde, vieiras ou cebola amarela como seu substituto, caso ele esteja absolutamente indisponível. O alho poró também pode ser usado em algumas receitas. É fundamental o uso do vegetal substituto na proporção adequada. A cebola e o alho amarelo tem sabor muito mais forte, portanto, precisa ser utilizado em menor quantidade do que o alho poró.

Quais são os efeitos colaterais do alho poró?

Geralmente não causa quaisquer efeitos colaterais quando consumido em quantidades moderadas em alimentos. Entretanto, o consumo excessivo de alho poró pode levar a certas condições de saúde em alguns indivíduos.

Durante a gravidez

Seu rico conteúdo de ácido fólico (folato) torna o alho poró benéfico para mulheres grávidas. Comer alimentos ricos em ácido fólico durante a gravidez ajuda a prevenir vários defeitos congênitos no recém-nascido, especialmente aqueles associados à coluna vertebral e ao cérebro do bebê.

Foto: Reprodução

Onde comprar alho poró

O alho poró costuma estar disponível o ano inteiro nas lojas de hortaliças locais, varejões e mercados. Deve-se garantir que as folhas do alho poró estejam frescas enquanto se compra para obter o sabor mais forte e para armazená-las por mais tempo.

Como armazenar o alho poró

O alho poró fresco precisa ser embrulhado levemente em um saco plástico antes de ser armazenado na geladeira. Caso contrário, seu aroma forte é absorvido pelos outros itens armazenados na geladeira. Lavar o vegetal antes de armazená-lo não é aconselhável. Pode ser armazenado entre cinco dias e duas semanas, dependendo do seu frescor no momento da compra.

O alho poró cozido pode ser armazenado por um a dois dias quando armazenado em um recipiente coberto na geladeira. O congelamento não é uma forma útil de conservá-lo, a menos que se pretenda utilizá-lo apenas como aromatizante em sopas e pratos similares. O congelamento muitas vezes o torna em papa e amargo. Pode-se congelá-lo inteiro ou cortá-lo em fatias pequenas antes de colocá-lo em um saco de congelador hermético e armazená-lo no congelador. O congelamento permite armazená-lo por cerca de três meses.

Foto: Reprodução

Fatos interessantes sobre o alho poró

Descubra alguns fatos fascinantes sobre este vegetal:

De acordo com o filósofo grego Aristóteles, a perdiz recebe sua voz clara de sua dieta composta principalmente por Leeks.
Dizem as lendas que Nero, o imperador romano, consumia o legume todos os dias para ter uma voz mais forte.
Ela serve como o emblema nacional do País de Gales. Os soldados galeses mantinham alho poró em seus capacetes para se distinguir de seus inimigos durante sua batalha contra os saxões em 1620.

Deixe uma resposta