O cranberry, oxicoco ou arando, é um superalimento popular. As pessoas podem consumir cranberries sob a forma de molho ou sumo. Elas também podem adicioná-los em recheios de bolos e tortas, às caçarolas ou em diversas sobremesas. Estas bagas altamente nutritivas. são nativas da América do Norte. Elas crescem agora em cerca de 58.000 acres de terras agrícolas no norte dos Estados Unidos, Chile e Canadá.

Muitas pessoas consideram as bagas de cranberry como um superalimento devido ao seu alto conteúdo de nutrientes e antioxidantes. Na verdade, as pesquisas relacionaram os nutrientes do cranberry a um menor risco de infecção do trato urinário (IU), à prevenção de certos tipos de câncer, à melhoria da função imunológica e à diminuição da pressão sanguínea.

Neste artigo, analisamos os benefícios para a saúde dos cranberries, a sua degradação nutricional, e como as pessoas podem incorporá-los numa dieta saudável. Esta característica faz parte de uma coleção de artigos sobre os benefícios dos alimentos populares para a saúde.

Foto: Reprodução

Quais são os benefícios do cranberry para a saúde?

Todos os especialistas em saúde e nutrição recomendam uma dieta que inclua muitas frutas e legumes. O cranberry em particular oferece uma gama de benefícios para a saúde. Ele é uma boa fonte de várias vitaminas e antioxidantes.

Historicamente, os nativos americanos usavam o cranberry como tratamento para doenças da bexiga e dos rins, enquanto os primeiros colonos ingleses os usavam para tratar a falta de apetite, dores de estômago, distúrbios sanguíneos e escorbuto. Hoje em dia, os benefícios do cranberry incluem o seguinte:

Gestão de infecção do trato urinário

O cranberry desempenhara um papel nos tratamentos tradicionais para infecção do trato urinário. No entanto, a pesquisa sobre os efeitos dos cranberries no tratamento de infecção do trato urinário produziu alguns resultados conflitantes. Por exemplo, uma análise de 2016 descobriu que os profissionais médicos recomendam mais comumente a utilização de cranberries em mulheres com infecção do trato urinário recorrente. Além disso, um estudo de 2014 com 516 participantes descobriu que tomar uma cápsula de extracto de arando duas vezes por dia reduziu a incidência de infecção do trato urinário

Foto: Reproduçãp

O alto nível de proantocianidinas antioxidantes (PACs) no cranberry ajuda a evitar que certas bactérias adiram às paredes do trato urinário. Desta forma, os CAPs nos cranberries ajudam a prevenir infecções. No entanto, em um estudo de 2015, os pesquisadores descobriram que, embora as cápsulas de arando possam conseguir isso, é improvável que o suco de arando tenha o mesmo efeito. Isto porque é necessária uma alta concentração do extrato de arando para evitar a adesão bacteriana. Os sucos de arando comercialmente disponíveis não contêm quantidades tão elevadas de CAPs.

Entretanto, um estudo de 2019 descobriu que, embora os cranberries não parecessem se livrar das bactérias que dão origem à infecção do trato urinário, a combinação de extrato de arando com ácido caprílico derivado do óleo de coco e extrato de óleo essencial de orégano levou à erradicação da bactéria mais comum, Escherichia coli.

Reduz o risco de doenças cardiovasculares

Algumas evidências sugerem que os polifenóis contidos nos cranberries podem reduzir o risco de doença cardiovascular.

Uma revisão sistemática em 2019 descobriu que a suplementação de cranberries na dieta pode ajudar uma pessoa a gerenciar vários fatores de risco de doença cardiovascular. Estes incluem a pressão arterial sistólica, que é a pressão sanguínea durante uma contração do músculo cardíaco.

Foto: Reprodução

A revisão também descobriu que a suplementação de arando ajudou a reduzir o índice de massa corporal (IMC) e melhorar os níveis de lipoproteína de alta densidade (HDL), ou “bom” colesterol.

Um estudo diferente examinou 78 participantes que tinham excesso de peso ou obesidade. Ele revelou que consumir uma única dose de uma bebida de arando de baixa caloria com alto conteúdo de compostos vegetais todos os dias melhorou a regulação do açúcar no sangue, os sinais químicos de inflamação e o aumento dos níveis de lipoproteína HDL.

Abrandamento da progressão do câncer

Uma revisão de 2016 de 34 estudos pré-clínicos revelou que os cranberries ou compostos em cranberries tiveram vários efeitos benéficos sobre as células cancerígenas nos tubos de ensaio.

Estes incluem:

  • desencadear a morte das células cancerígenas.
  • desacelerar o crescimento de células cancerígenas
  • reduzir a inflamação

As pesquisas também sugerem que os cranberries podem afetar vários outros mecanismos que promovem o crescimento e a propagação do câncer. Embora os testes em humanos com câncer sejam limitados, estes resultados mostram uma promessa para o manejo futuro de alguns cânceres ao lado de tratamentos padrão.

Foto: Reprodução

Melhora a saúde oral

Os CAPs contidos nos cranberries também podem beneficiar a saúde oral. Eles fazem isso evitando a ligação de bactérias à superfície dos dentes, segundo pesquisadores do Centro de Biologia Oral e do Departamento de Odontologia da Eastman no Centro Médico da Universidade de Rochester, em Nova York. O cranberry também pode ser benéfico na prevenção de doenças gengivais.

Nutrição

Uma meia chávena de cranberries picados contém:

25 calorias
0,25 gramas (g) de proteína
0,07 g de gordura
6,6 g de carboidratos, incluindo 2,35 g de açúcar natural
2 g de fibra
4,4 miligramas (mg) de cálcio
0,12 mg de ferro
3,3 mg de magnésio
6 mg de fósforo
44 mg de potássio
1,1 mg de sódio
0,05 mg de zinco
7,7 mg de vitamina C
0,5 microgramas (mcg) de folato DFE
35 unidades internacionais de vitamina A
0,72 mg de vitamina E
2,75 mcg de vitamina K

Os cranberries também contêm uma gama de vitaminas B vitais, incluindo:

vitamina B-1 (tiamina)
vitamina B-2 (riboflavina)
vitamina B-3 (niacina)
vitamina B-6

Foto: Reprodução

Eles também são uma boa fonte de vitamina C. A vitamina C é um antioxidante natural e poderoso. De acordo com os Institutos Nacionais de Saúde (NIH), a vitamina C pode:

  • bloquear alguns dos danos causados pelos radicais livres causadores de doenças.
  • melhorar a absorção de ferro de fontes vegetais
  • reforçar o sistema imunitário
  • apoiar a produção de colágeno para a cicatrização de feridas

Uma maior ingestão de fibras também pode ajudar uma pessoa a reduzir seu risco de desenvolver uma série de condições de saúde, inclusive:

  • AVC
  • doença arterial coronariana
  • hipertensão
  • colesterol alto
  • diabetes
  • obesidade
  • certas condições gastrointestinais

O aumento da ingestão de fibras também pode reduzir a pressão arterial e os níveis de colesterol, melhorar a sensibilidade à insulina e aumentar a perda de peso das pessoas com obesidade.

A vitamina E é um antioxidante lipossolúvel que desempenha um papel na função imunológica. Ela pode ajudar uma pessoa a prevenir ou retardar as condições crônicas associadas aos radicais livres, como por exemplo:

  • doenças cardíacas
  • câncer
  • cataratas
  • mal de Alzheimer
  • artrite
Foto: Reprodução

Dieta

Os agricultores irão colher cranberries frescos em Setembro e Outubro, por isso o Outono é a melhor altura para os comprar. Eles também estão disponíveis secos, congelados ou enlatados.

Uma pessoa pode refrigerar cranberry fresco por até 2 meses ou congelá-los e comê-los mais tarde. Os cranberries devem ser firmes ao toque e desengordurados.

No entanto, alguns produtos à base de cranberries podem conter açúcares adicionados. Isto porque os cranberries são bastante torrados e podem ser difíceis de consumir sem a adição de algum adoçante. É importante verificar o rótulo dos ingredientes e certificar-se de escolher o produto com o mínimo de açúcar adicionado.

O sumo de cranberry contém frequentemente outros sumos de fruta e edulcorantes adicionados. As pessoas que procuram o sumo de cranberry que proporciona o maior benefício devem consumir sumo que enumera o cranberry como o ingrediente principal.

O molho de cranberry é uma parte importante de uma refeição de Ação de Graças, mas há muitas outras formas de desfrutar desta fruta durante todo o ano.

Foto: Reprodução

Aqui estão algumas dicas para incorporar o cranberry na dieta:

  • Faça uma mistura caseira com nozes sem sal, sementes e cranberries secos.
  • Inclua um pequeno punhado de cranberries congelados em uma batida de frutas.
  • Adicione cranberries secos à farinha de aveia ou cereais integrais.
  • Adicione cranberries secos ou frescos em uma receita de muffin ou biscoito.
  • Acrescente cranberries secos a uma salada.
  • Inclua cranberryes frescos em uma sobremesa de maçã, como torta ou sapateiro, para um sabor extra.

Quais são os riscos do cranberry para a saúde?

As pessoas que usam a varfarina para diluição do sangue (Coumadin) não devem aumentar subitamente a sua ingestão de cranberries.

Embora existam evidências contraditórias quanto ao potencial dos cranberries para aumentar os seus efeitos anti-coagulantes, eles podem levar a um aumento da hemorragia.

Os produtos a base de cranberry também podem levar a uma maior excreção de oxalato na urina. Isto pode promover a formação de cálculos renais naqueles que são suscetíveis aos cálculos do tipo oxalato de cálcio.

Os indivíduos com historial de cálculos renais devem falar com o seu profissional de saúde antes de aumentar a sua ingestão de cranberries.

Deixe uma resposta