Um biodigestor significa simplesmente um tanque que digere a matéria orgânica biologicamente. Entretanto, muitas pessoas pensam em um biodigestor como um tanque que digere, anaerobiamente, sem ar, material orgânico e produz gás metano para cozinhar, iluminar e aquecer. A composição dos gases produzidos por este tipo de biodigestor é cerca de 60% Metano, 30% Dióxido de Carbono e o restante é Sulfeto de Hidrogênio.

Entretanto, para que um biodigestor produza metano suficiente para torná-lo prático para cozinhar sozinho, ele exigiria todo o lixo doméstico e resíduos sanitários, além de mais esterco de animais de granja. O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) estima que um tanque de biodigestor produz em média 25,5 g de metano por usuário por dia, o que não é suficiente nem mesmo para cozinhar uma refeição noturna de um pote.

Os biodigestores são, no entanto, excelentes soluções para comunidades rurais agrárias, fazendas de pecuária intensiva, vilas e cidades onde os grandes volumes de resíduos domésticos e animais podem produzir quantidades significativas de metano. Nas áreas rurais, os biodigestores são construídos em assentamentos onde há adubo animal adequado. Em aldeias indígenas são feitas unidades maiores para atender um número de famílias ou mesmo uma aldeia inteira. Na China, onde a maioria das famílias rurais mantém numerosos porcos, a única unidade familiar é comum.

O conceito de um biodigestor é fácil de entender. O biodigestor é um grande recipiente no qual ocorre a decomposição anaeróbica (privado de oxigênio). Isto é feito promovendo certos micróbios naturais para desempenhar suas funções biológicas de decomposição de resíduos orgânicos, proporcionando-lhes um espaço livre de oxigênio para fazê-lo, ou seja, debaixo d’água. À medida que ocorre a decomposição anaeróbica, o biogás – a maior parte do metano com algum dióxido de carbono e pequenas quantidades de outros gases – é liberado. Essa mistura de gases pode ser capturada e utilizada como combustível, semelhante mas não o mesmo que propano ou butano.

Para produzir 1 m3 de biogás, para cozinhar 3 refeições diárias para uma pequena família de 4 pessoas é necessário pelo menos 5 litros de esterco de porco/dia. Oito porcos grandes (adultos reprodutores) produzirão aproximadamente 5 litros/dia.

Foto: Reprodução

Quais são as vantagens e desvantagens do biogás?

O interesse mundial pelas fontes de energia renováveis está ganhando força. A produção de biogás está crescendo constantemente, já que mais pessoas estão instalando usinas de biogás para produzir biogás. Para ter uma visão melhor do que o biogás é bom, criamos esta lista que explica as vantagens e desvantagens do biogás.

Vantagens do biogás

O biogás é ecologicamente correto

O biogás é uma fonte de energia renovável, bem como uma fonte de energia limpa. O gás gerado através da biodigestão não é poluente; na verdade, reduz as emissões de efeito estufa (ou seja, reduz o efeito estufa). Não há combustão no processo, o que significa que não há emissão de gases de efeito estufa para a atmosfera; portanto, a utilização de gás proveniente de resíduos como forma de energia é na verdade uma ótima maneira de combater o aquecimento global.

Sem surpresas, a preocupação com o meio ambiente é uma das principais razões pelas quais o uso do biogás se tornou mais difundido. As usinas de biogás reduzem significativamente o efeito estufa: as usinas reduzem as emissões de metano capturando este gás nocivo e utilizando-o como combustível. A geração de biogás ajuda a reduzir a dependência do uso de combustíveis fósseis, como o petróleo e o carvão.

Outra vantagem do biogás é que, ao contrário de outros tipos de energias renováveis, o processo é natural, não necessitando de energia para o processo de geração. Além disso, as matérias-primas utilizadas na produção de biogás são renováveis, já que as árvores e as culturas continuarão a crescer. Adubo, restos de alimentos e resíduos de culturas são matérias-primas que estarão sempre disponíveis, o que o torna uma opção altamente sustentável.

A geração de biogás reduz a poluição do solo e da água

Os aterros sanitários transbordantes não apenas espalham cheiros desagradáveis – eles também permitem que líquidos tóxicos drenem para fontes subterrâneas de água. Consequentemente, outra vantagem do biogás é que a geração de biogás pode melhorar a qualidade da água. Além disso, a digestão anaeróbica desativa patógenos e parasitas; assim, também é bastante eficaz para reduzir a incidência de doenças transmitidas pela água. Da mesma forma, a coleta e o gerenciamento de resíduos melhoram significativamente em áreas com usinas de biogás. Isto, por sua vez, leva a melhorias no meio ambiente, no saneamento e na higiene.

Foto: Reprodução

A geração de biogás produz fertilizante orgânico

O subproduto do processo de geração de biogás é orgânico enriquecido (digestor), que é um suplemento perfeito ou substituto para fertilizantes químicos. A descarga de fertilizantes do digestor pode acelerar o crescimento e a resistência das plantas a doenças, enquanto os fertilizantes comerciais contêm produtos químicos que têm efeitos tóxicos e podem causar intoxicações alimentares, entre outras coisas.

É uma tecnologia simples e de baixo custo que encoraja uma economia circular

A tecnologia utilizada para produzir biogás é bastante barata. É fácil de instalar e precisa de pouco investimento quando em pequena escala. Pequenos biodigestores podem ser usados em casa, utilizando resíduos de cozinha e esterco animal. Um sistema doméstico se paga a si mesmo após algum tempo, e os materiais utilizados para a geração são absolutamente gratuitos. O gás manifestado pode ser usado diretamente para cozinhar e para a geração de eletricidade. Isto é o que permite que o custo da produção de biogás seja relativamente baixo.

As fazendas podem fazer uso das usinas de biogás e dos resíduos produzidos por seus animais todos os dias. Os produtos residuais de uma vaca podem fornecer energia suficiente para alimentar uma lâmpada por um dia inteiro.

Em grandes usinas, o biogás também pode ser comprimido para alcançar a qualidade do gás natural e utilizado para alimentar os automóveis. A construção de tais usinas requer investimento de capital relativamente baixo e cria empregos verdes. Por exemplo, na Índia, foram criados 10 milhões de empregos, principalmente em áreas rurais, em usinas e na coleta de resíduos orgânicos.

Alternativa de cozinha saudável para áreas em desenvolvimento

Os geradores de biogás salvam mulheres e crianças da assustadora tarefa de coleta de lenha. Como resultado, sobra mais tempo para cozinhar e limpar. Mais importante ainda, cozinhar em um fogão a gás, ao invés de sobre um fogo aberto, evita que a família fique exposta à fumaça na cozinha. Isto ajuda a prevenir doenças respiratórias mortais. Infelizmente, 4,3 milhões de pessoas por ano morrem prematuramente devido a doenças atribuíveis à poluição do ar doméstico causada pelo uso ineficiente de combustíveis sólidos para cozinhar.

Foto: Reprodução

Desvantagens do biogás

Poucos avanços tecnológicos

Uma desvantagem infeliz do biogás hoje em dia é que os sistemas utilizados na produção de biogás não são eficientes. Ainda não existem novas tecnologias para simplificar o processo e torná-lo abundante e de baixo custo. Isto significa que a produção em larga escala para abastecer uma grande população ainda não é possível. Embora as usinas de biogás disponíveis hoje sejam capazes de atender algumas necessidades energéticas, muitos governos não estão dispostos a investir no setor.

Contém impurezas

Após refinamento e compressão, o biogás ainda contém impurezas. Se o biocombustível gerado foi utilizado para alimentar os automóveis, ele pode corroer as partes metálicas do motor. Esta corrosão levaria ao aumento dos custos de manutenção. A mistura gasosa é muito mais adequada para fogões de cozinha, caldeiras de água e lâmpadas.

Foto: Reprodução

Efeito da temperatura na produção de biogás

Como outras fontes de energia renovável, a geração de biogás também é afetada pelo clima. A temperatura ideal que as bactérias precisam para digerir os resíduos é de cerca de 37°C. Em climas frios, os digestores necessitam de energia térmica para manter um abastecimento constante de biogás.

Menos adequado para áreas metropolitanas densas

Outra desvantagem do biogás é que as usinas de biogás industrial só fazem sentido onde as matérias primas estão em abundância (resíduos alimentares, esterco). Por esta razão, a geração de biogás é muito mais adequada para as áreas rurais e suburbanas.

Fonte: www.podtanks.com

www.permaculturenews.org

www.homebiogas.com

Deixe uma resposta