Arte Indígena: Pinturas, Cerâmicas e Plumagem

Neste artigo abordaremos algumas das mais conhecidas e artes indígenas. A arte indígena é parte da cultura Brasileira.

A cultura indígena possui características diferentes de grupos para grupos, fazendo com que cada grupo tenha uma arte particular e seja individual.
Apesar do individualismo visível entre os grupos, algumas características em comum são notadas, como a pintura corporal por exemplo.

 Pintura Corporal Indígena

pintura-corporal

A pintura corporal utiliza tintas naturais, provindas de árvores e frutos. A mais utilizada é preparada através do jenipapo, uma fruta muito apreciada pelos índios. Ela é coletada ainda verde, retira-se então seu líquido, que quando entra em contato com a pele, transforma-se em uma tinta preta que pode durar até 2 semanas(durando no mínimo 1 semana).
A semente do urucum também é muito utilizada. Ela solta uma tinta avermelhada na pele, porém, existem outras maneiras de realizar a pintura corporal. Cada tribo possui um modo e uma técnica, há por exemplo, tribos que utilizam um tipo de tinta em crianças e outro tipo de tinta em adultos.

Os desenhos e as formas também possuem distinções, por exemplo, existem desenhos feitos para comemorações, outros para rituais…
A arte corporal com pintura é individual e única de cada grupo indígena, possuindo diversos significados e motivos pelo seu uso.

Arte com Penas e Plumas

penas-indios

penas-plumas-indio

Os índios utilizam as penas e plumas de aves para fazer flexas, cocar, entre outros…
Os principais grupos indígenas que realizam esta arte, são: Xavante, Waurá, Juruna, Kaiapó, Tukano, Urubus-Kaapor, Asurini, Karajá.

As penas e plumas, quando coletadas, geralmente são tingidas.
Eles possuem significados e marcações, cada arte transmite uma mensagem, pode ser por exemplo: Sexo, idade, filiação, posição social…
A arte plumária é mais utilizada por homens, pois eles possuem um grau de importância maior do que o das mulheres em suas culturas.

Cerâmica

ceramica ceramica-indigena

O domínio da cerâmica é visto em muitas tribos. Eles a utilizam para criar vasos e recipientes, assim como esculturas, estátuas e instrumentos.
As cerâmicas muitas vezes são pintadas e utilizadas também para armazenar as cinzas dos mortos.
Estima-se a existência de 200 tribos que dominam esta arte, aprendida com seus antepassados.

Os Índios Brasileiros e as Tribos Indígenas do Brasil

Quando eramos pequenos e estávamos no jardim de infância ou ensino fundamental, aprendemos na escola algumas coisas sobre os costumes e tradições dos índios brasileiros. Geralmente este dia de conscientização e aprendizado era todo ano 19 de Abril, pois 19 de Abril é o dia do índio.
Aprendemos desde cedo que os índios brasileiros são os povos nativos do país, ou seja, eram os habitantes que aqui estavam quando Pedro Álvares Cabral chegou de Portugal para conquistar o Brasil.

A sua origem ainda é desconhecida. Existem algumas especulações que dizem que os índios tem origens Asiáticas, Mongoloides e até mesmo que eles são nativos daqui mesmo.

Dentre algumas das características dos povos indígenas brasileiros, algumas são:

  1. Boa parte deles possuem um Pajé. O Pajé é como um líder em uma aldeia. É ele quem realiza os rituais, transmite as tradições e culturas dos antepassados para as crianças e realiza ações como curandeiro.
  2. Os índios vivem praticamente da caça, pesca e plantio de frutas, verduras, legumes e mandioca.
  3. Os índios possuem língua própria. Ou seja, as línguas nativas deles não é o Português trazido por Pedro Álvares Cabral de Portugal.
  4. Dentre os acessório indígenas, alguns que ganham destaque são: Cocar, chocalhos, coquilhas, lanças, arco e flecha…
  5. Muitos grupos indígenas do Brasil andam nus e não utilizam vestimentas.
  6. Os índios se pintam com tintas e corantes naturais, coletados nas florestas brasileiras.
  7. Os índios constroem canoas para se transportarem nos rios e pescarem.
  8. Alguns grupos indígenas nunca entrarem em contato com a civilização e se mantém isolados. Alguns deles são nômades, ou seja, não moram em local fixo.
  9. A maior parte das tribos indígenas do Brasil vive na Amazônia.
  10. Os índios moram em casas compartilhadas, ou seja, a privacidade praticamente não existe em tribos indígenas.

Hoje é muito difícil encontrar civilizações indígenas que não possuem artigos ou objetos fruto de trocas do homem branco com o povo nativo.
É muito comum encontrar tribos com TV, computadores, óculos e diversos outros itens.

 

A lista de tribos indígenas do Brasil

tribos-brasileiras

Os índios brasileiros não se limitam apenas a um grupo que fala apenas uma língua e possui apenas determinados costumes e tradições. Muito pelo contrário, existem diversos grupos e tribos indígenas, com costumes, tradições e línguas diferentes. Muitas delas nem mesmo se conhecem.

Veja algumas que foram listadas neste artigo:

  • Amawáka (Acre)
  • Arara (Acre)
  • Deni (Acre)
  • Nawa (Acre)

 

  • Karipuna (Amapá)
  • Palikur (Amapá)
  • Wayampi (Amapá)

 

  • Kambeba (Amazonas)
  • Jarawara (Amazonas)
  • Korubo (Amazonas)
  • Wanana (Amazonas)

 

  • Anambé (Pará)
  • Jaruna (Pará)
  • Kayapó (Pará)
  • Munduruku (Pará)

 

  • Arara (Rondônia)
  • Aruá (Rondônia)
  • Nambikwara (Rondônia)
  • Tupari (Rondônia)

 

  • Macuxi (Roraima)
  • Yanomami (Roraima)
  • Waiwai (Roraima)
  • Ingaricô (Roraima)

 

  • Apinaye (Tocantins)
  • Guarani (Tocantins)
  • Karaja (Tocantins)
  • Kraho (Tocantins)
  • Xerente (Tocantins)

Por que os índios não tem pelos e possuem cabelo liso?

Você sempre quis saber por que os índios não tem pelos e possuem cabelo liso? Esta é uma resposta que apenas a biologia pode lhe dar.
Os índio não tem pelos no corpo porque fazem parte da etnia dos mongoloides, ao qual uma das principais características é a falta de pelos.

Os índios brasileiros herdaram apenas esta característica dos antecedentes, os asiáticos, que também possuem muito pouco pelos pelo corpo.

Na realidade, pesquisadores detectaram que o hormônio responsável pela produção de pelos dos índios é muito fraco no corpo, porém, no couro cabeludo é extremamente forte. O resultado disto é um corpo “pelado” e pouquíssima queda capilar.

Índio sem pelos

Os índios possuem cabelos lisos, diferente dos negros que possuem cabelos crespos, devido a adaptação evolutiva do ambiente em que vivem.
Os negros são provenientes da África, local muito quente com o sol muito forte. Um ambiente com estes aspectos propiciou a vantagem naqueles que tinham um cabelo mais crespo, pois o cabelo crespo faz com que o ar circule melhor dentro de uma camada de mais ou menos 5cm entre o cabelo e o couro cabeludo, o que serve bem para uma proteção contra o calor. Eles também desenvolveram a melanina na pele, o que os protegem mais do forte sol africano.
O cabelo quando comprido, forma uma espécie de “capacete”, conhecido como “estilo black power”, fazendo com que o rosto fique mais protegido do sol.

O mesmo ocorre com os índios. Eles não possuem pelos porque não é necessário. O ambiente ao qual vivem é úmido e quente, são locais que chove praticamente todos os dias e possui muitas sombras de árvores.

Se você gostaria de entender melhor os detalhes da vida, estude evolucionismo de Darwin. Conhecer a seleção natural é algo que abrirá seus olhos sobre as características adaptativas dos seres vivos de acordo com o ambiente ao qual vivem!

Conheça o IMECAP HAIR contra queda de cabelos aqui.

Tribos Isoladas da Amazônia

indios-amazonia-isolados

Existem diversas tribos isoladas da Amazônia que nunca fizeram contato com a civilização ou até mesmo com outras tribos.
Acredita-se que existam mais de 77 grupos de índios isolados na floresta amazônica, apenas na parte brasileira.

Muitos destes grupos preferem não fazer contato com outros grupos ou com a civilização por temerem que algo ruim aconteça, fruto da experiência passada de alguns desses encontros.

Pouco se sabe sobre estes grupos, porém, é sabido que eles preferem manter oisolamento ou possuem muito medo do contato, pois já dispararam flechas contra aviões(assim como na imagem a cima) e já se esconderam mato-a-dentro quando perceberam a presença de agentes da FUNAI, como pode ser visto no vídeo deste artigo.

Alguns grupos, assim como os Awá, são nômades. Caçadores e coletores que migram de uma região para a outra.
Constroem cabanas em poucas horas e abandonam-as assim que os recursos locais ficam escassos.

indio-aviao

Outros grupos estabelecem locais fixos, vivendo em casas comunitárias, plantando vegetais, mandiocas, caçando, pescando…

No Acre, acredita-se que existam mais de 600 índios de 4 grupos diferentes. Eles vivem tranquilos com o território demarcado, praticamente “intocável”.
Já em Rondônia, acredita-se que mais de 300 índios vivam isolados no território Massaco.
Foi encontrado um enorme arco e flecha, medindo aproximadamente 4 metros. Eles provavelmente gostam de comer tartarugas, pois foram encontrados diversos cascos abandonados.
Porém, há diversos grupos prestes a serem extinguidos, com poucos índios.

Flechas

Estes pequenos grupos são formados por índios que conseguiram escapar sobreviventes de grandes massacres feitos por madeireiros e fazendeiros.

Ainda hoje, mesmo com diversas ONGs atuando em prol da segurança e liberdade destes grupos isolados, eles ainda são caçados e mortos por garimpeiros, fazendeiros, madeireiros e etc…
A extinção destes grupos cada vez mais está próxima de se tornar real. Infelizmente não é possível proteger e monitorar todos os grupos. Além dos próprios índios não saberem diferenciar os homens que pretendem ajudá-los dos que querem matá-los.

Índios da Amazônia

A maioria das tribos indígenas do Brasil vivem na Amazônia, a floresta com maior biodiversidade tropical do mundo.
Segundo censo do IBGE de 2010, na Amazônia vivem cerca de 306 mil índios. Como a população indígena só tende a diminuir, estes números devem estar bem a baixo de 306 mil hoje em dia.

A maior parte desta população de índios da Amazônia vive nas áreas rurais, e embora muitos deles mantém contato com pessoas de fora das tribos, eles ainda continuam mantendo aspectos culturais de seus antepassados, como: Rituais, danças, crenças, costumes…
A maioria das tribos possui Pajés. Os Pajés são os curandeiros, uma espécie de “professor e sábio”, que transmite a cultura dos antepassados para os mais novos de forma oral.
O Pajé também é responsável por realizar os cultos religiosos e realizar “contato com o mundo espiritual”.

As línguas mais faladas das tribos, são:

  • Tupi;
  • Aruaque;
  • Tukano;
  • Jê;
  • Karib;
  • Pano;

Um dos maiores problemas enfrentados pelas tribos indígenas é a exploração de terras ilegais pelo garimpo, agropecuária, construção de hidroelétricas, rodovias, e diversas outras atividades dos “homens brancos”.

Existem também muitas tribos isoladas na Amazônia, até mesmo tribos que nunca viram nem fizeram contato com o homem branco. São tribos que não conhecem nenhuma cultura fora a deles mesmos.
Acredita-se que estas tribos vivam sem fazer ideia da tecnologia presente no mundo. Mesmo que alguns possam ter avistado aviões ou destroços, dificilmente fariam relação destes avistamentos a outros seres humanos.
Eles vivem mantendo os costumes dos antepassados: Caçando, pescando, plantando…

 

Os principais grupos indígenas que vivem hoje na Amazônia, são:

  • Amawáka (Acre)
  • Arara (Acre)
  • Deni (Acre)
  • Nawa (Acre)

 

  • Karipuna (Amapá)
  • Palikur (Amapá)
  • Wayampi (Amapá)

 

  • Kambeba (Amazonas)
  • Jarawara (Amazonas)
  • Korubo (Amazonas)
  • Wanana (Amazonas)

 

  • Anambé (Pará)
  • Jaruna (Pará)
  • Kayapó (Pará)
  • Munduruku (Pará)

 

  • Arara (Rondônia)
  • Aruá (Rondônia)
  • Nambikwara (Rondônia)
  • Tupari (Rondônia)

 

  • Macuxi (Roraima)
  • Yanomami (Roraima)
  • Waiwai (Roraima)
  • Ingaricô (Roraima)

 

  • Apinaye (Tocantins)
  • Guarani (Tocantins)
  • Karaja (Tocantins)
  • Kraho (Tocantins)
  • Xerente (Tocantins)

Dia do Índio: 19 de Abril

O dia do Índio no Brasil foi criado pelo Presidente Getúlio Vargas, através do decreto-lei 5540 de 1943.
O dia 19 de Abril foi sugerido pelos líderes indígenas do continente que participaram no México do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano.
O Brasil demorou um tempo para aderir ao instituto. Apenas com a intervenção do Marechal Rondon instituiu o dia 19 de Abril como dia do Índio.

índios dançando

Esta data tem como um dos objetivos, a reflexão sobre a cultura e história dos povos indígenas.
Infelizmente “o homem branco” cada vez mais vem destruindo os recursos naturais e invadindo comunidades indígenas. Preservar a cultura indígena e conhecer sua história é essencial para termos consciência da destruição que a sociedade moderna realiza nos costumes, culturas e ambiente dos povos nativos.

No dia do índio, é comum que as escolas realizem atividades “especiais” voltadas ao ensinamento dos hábitos e costumes indígenas, como por exemplo:

  • Pedir para que os alunos realizem trabalhos;
  • Pintar e vestir os alunos de índios;
  • Cantar músicas e fazer danças nativas;
  • Fazer chocalhos, cocar e outros adornos e instrumentos;
  • Excursões para comunidades indígenas;

Veja neste vídeo, o exemplo de um dia de índio no ensino fundamental:

Também é comum que museus realizem exposições e os municípios façam festas comemorativas.

Vale muito a pena refletir na questão de que desde o “descobrimento do Brasil” pelos Portugueses, a população indígena só vem diminuindo, assim como suas terras e reservas.
A exploração de madeira, minerais e demais recursos do planeta fazem com que cada vez mais os índios percam espaço no território brasileiro.

Segue a letra da canção de Baby do Brasil, Todo Dia Era Dia de Índio, que nos faz refletir sobre a realidade das comunidades indígenas:

Curumim,chama Cunhatã
Que eu vou contar

Curumim,chama Cunhatã
Que eu vou contar

Todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Curumim,Cunhatã
Cunhatã,Curumim

Antes que o homem aqui chegasse
Às Terras Brasileiras
Eram habitadas e amadas
Por mais de 3 milhões de índios
Proprietários felizes
Da Terra Brasilis

Pois todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Mas agora eles só tem
O dia 19 de Abril

Mas agora eles só tem
O dia 19 de Abril

Amantes da natureza
Eles são incapazes
Com certeza
De maltratar uma fêmea
Ou de poluir o rio e o mar

Preservando o equilíbrio ecológico
Da terra,fauna e flora

Pois em sua glória,o índio
É o exemplo puro e perfeito
Próximo da harmonia
Da fraternidade e da alegria

Da alegria de viver!
Da alegria de viver!

E no entanto,hoje
O seu canto triste
É o lamento de uma raça que já foi muito feliz
Pois antigamente

Todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Curumim,Cunhatã
Cunhatã,Curumim

Terêrê,oh yeah!
Terêreê,oh!